Arquivo mensal: setembro 2016

Evento Cientifico na Universidade de Caxias do Sul


Nos dias 21 a 23 de setembro o Coordenador da Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade participou da “II Jornada Internacional de Cultura de Paz, Direitos Humanos e Meio Ambiente” realizado na Universidade de Caxias do Sul – UCS, em Caxias do Sul – RS. Ministrou palestra intitulada “Pedagogia Social: Juventude Universitária e Direitos Humanos”. O evento foi promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia e pelo Centro de Ciências Humanas e da Educação.  O objetivo do evento era de proporcionar um espaço de diálogo e reflexão sobre educação e cultura de paz para o fomento de um olhar sensível ao humano e suas circunstâncias na sociedade contemporânea. A Universidade de Caxias do Sul sedia o “Observatório de Cultura de Paz, Direitos Humanos e Meio Ambiente”, coordenado pelo prof. Dr. Paulo César Nodari, leitor da Cátedra Unesco da UCB. 

Os Jesuítas no Brasil: entre a Colônia e a República


jesuitasOs Jesuítas no Brasil: entre a Colônia e a República (Carlos Angelo de Meneses Sousa e Maria Juraci Maia Cavalcante, Org.).

O Prof. Dr. Carlos Ângelo, Leitor da Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade e professor do Programa de Doutorado em Educação da UCB, juntamente com a Profa. Dra. Juraci Cavalcante, Coordenadora da Linha de História da Educação Comparada da UFC organizaram a presente obra, fruto de uma arrojada rede de pesquisadores, que se debruçou sobre a presença e atuação educacional de uma das mais significativas ordens religiosas da Igreja Católica, a Companhia de Jesus ou os Jesuítas. Sua ação percorre nossas terras desde os tempos coloniais, até a República no início do século XX. Não é à toa que os filhos de Inácio de Loyola estão presentes na história da educação brasileira, como nos recordava Fernando de Azevedo e outros eminentes pensadores brasileiros, tanto enaltecendo a sua obra educativa quanto criticando-a, mas sempre recordando de sua forte e marcante presença.

Publicação Cátedra UNESCO: Diálogo um Principio Pedagógico (de Luiz SIVERES)


dialogo-siveres018Diálogo: um Principio Pedagógico (de Luiz SIVERES). O diálogo é um elemento inerente à condição humana e, portanto, está presente na constituição da identidade dos indivíduos e na realização de sua sociabilidade. Neste caso, o diálogo é um atributo singular de cada membro da sociedade, mas principalmente, uma característica essencial das relações sociais. Para desenvolver essa temática, inserida no contexto atual da educação, o livro: Diálogo – um princípio pedagógico procurou compreender o conceito de diálogo, historicamente situado, e entender como ele poderia fazer-se presente na reflexão e na prática educativa, caracterizando-se, assim, como um princípio pedagógico. Nesta obra, o conjunto dos artigos tem como dinâmica integradora o entendimento do diálogo como um princípio e um processo pedagógico. Portanto, tal conjunto assume um procedimento tridimensional que articula o ser, o saber e o agir pedagógico, bem como a noção de processo que, pela reflexão e prática educativa, estaria contribuindo com o percurso educacional.