Archive

Archive for the ‘Eventos & Congressos’ Category

Comemorando 43 anos de UCB: Lançamento de Livros da Coleção Juventude, Educação e Sociedade

27 de março de 2017 Comentários desligados

No dia do aniversário de 43 anos da Universidade Católica de Brasília, a Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade e o Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Educação da UCB, realizaram o evento intitulado “Dilemas do pesquisador na Pós-Graduação: da teoria à prática”. O evento promovido em 23/03, das 9h às 12h, no Auditório do Campus II da UCB, teve como objetivo refletir sobre as teorizações e práticas da investigação científica na pós-graduação. Para aprofundar a discussão o público presente teve a oportunidade de participar da palestra do Prof. Dr. Ivar César Oliveira de Vasconcelos (docente do Mestrado da UCB) sobre os dilemas do pesquisador na pós-graduação. Durante o evento foi também realizado o lançamento de quatro livros, frutos de pesquisas promovidas por docentes e estudantes do Programa de Pós-Graduação da UCB: A pesquisa em Educação no Brasil: novos cenários e novos olhares; e Políticas de Educação: cenários globais e locais, organizados pelos Professores Doutores Wellington Ferreira de Jesus e Célio da Cunha (Coleção Juventude, Educação e Sociedade da Cátedra UNESCO-UCB); A educação básica brasileira no século XXI: dilemas, desafios, limites e possibilidades, Prof. Dr. Wellington Ferreira de Jesus (org);  Estudo de caso interativo: fácil entender, decidir e executar, de autoria do Prof. Dr.  Ivar César Oliveira de Vasconcelos. Na mesa de abertura tomaram a palavra: O Prof. Dr. Luiz Síveres Coordenador do Programa de Educação; O Prof. Cândido Gomes; O Prof. Geraldo Caliman, Coordenador do Comitê Editorial da ‘Coleção Juventude, Educação e Sociedade’, editada pela Cátedra Unesco-UCB; e a Profa. Ranilce Guimarães-Iosif.  Organizadores: Professores Doutores Wellington Ferreira da Jesus, Célio da Cunha, Ivar César Oliveira de Vasconcelos e Dra. Ranilce Guimarães-Iosif e a Assistente do Programa de Pós-Graduação em Educação, Kamilla Soares Carvalho

Professor da PennState University na UCB

25 de março de 2017 Comentários desligados

MarkBrennan Universidade Católica de Brasilia recebeu a visita do Prof. Mark Brennan, da Universidade da Pensilvânia. Ele coordena uma Cátedra da UNESCO dedicada aos estudos sobre o desenvolvimento de lideranças em meio à juventude rural. Nossa Cátedra Unesco, coordenada pelo Prof. Geraldo Caliman, participa da “Global Network of UNESCO Chairs on Children, Youth, and Community”.  O Prof. Brennan é também responsável pela edição do “UN Word Youth Report 2016″ (Relatório das Nações Unidas sobre a Juventude 2016). Ele proferiu uma Conferência na Universidade intitulada “Sem Defesa da Paz, Jovens como Agentes de Mudança e Construtores de Paz através da UNESCO”. Falou sobre os conceitos de Empatia, sobre a necessidade da escuta aos jovens e sobre a dimensão comunitária da vida social: conceitos essenciais para a Educação, em especial para a Educação Social. O evento foi promovido pela Escola de Educação e pela Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade da UCB.

Qualis dos Livros publicados pela Cátedra

10 de fevereiro de 2017 Comentários desligados


Dois dos cinco livros publicados em 2014 pela Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade foram classificados no QUALIS Livros entre os 7,5% mais bem avaliados num total de mais de dois mil títulos da área da Educação. Entre os cinco livros publicados em 2014 pela Cátedra dois foram avaliados com conceito L4, dois com L3 e um com L2.  Reportamos na imagem os cinco avaliados, que são da Coleção Juventude, Educação e Sociedade publicados em 2014. O mérito vai para a tarefa coletiva dos leitores desta Cátedra como também dos Professores do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação da UCB. Cerca de vinte Universidades compõem a Rede de Pesquisas da Cátedra Unesco-UCB, em vários países do mundo. O Qualis livros tem classificações que vão de L4 (melhor classificado), a LSC é Livro Sem Classificação).

Cartunista Representa Freire e Dom Bosco se Entendendo na Prática Pedagógica

2 de novembro de 2016 Comentários desligados

dbosco-pfreire022O ex Cartunista do Pasquim e jornalista Claudius Ceccon, presente no Congresso “Buenos Ciudadanos y Sistema Preventivo”, na Universidad Politécnica Salesiana do Ecuador (26 a 28 de outubro de 2016) brindou os participantes com uma espetacular charge de Paulo Freire e Dom Bosco, os personagens mais citados no Congresso. O Cartunista fundou uma ONG do Rio de Janeiro (CECIT) dedicada à educação de jovens de periferia e que atua no estilo da Pedagogia Preventiva de Dom Bosco. Segundo Ceccon “a analogia pedagógica de Freire e Bosco se evidencia nas práticas pedagógicas em três momentos: a) Organização: caracterizada pelo rigor da seleção dos participantes, criando condições  para potenciar suas capacidades; b) Diálogo: paixão pelas pessoas, aproximação empática; c) Humor: permite abrir a natureza do ser humano. É a arma do oprimido contra as armas do opressor. Em Dom Bosco a “amorevolezza” e em Freire a amorosidade, são elementos inatos da pessoa que podem desenvolver-se como resposta e proposta à constante problemática de todo jovem”

As informações abaixo são retiradas do site itaucultural, a respeito de Ceccon:

Claudius Sylvius Petrus Ceccon (Garibaldi, RS, 1937). Arquiteto, designer, jornalista, desenhista, ilustrador e cartunista. Trabalha no jornal O Cruzeiro como auxiliar de paginador, em 1954. Três anos mais tarde, faz caricaturas para o Jornal do Brasil. No início década de 1960, cursa desenho industrial na Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi), no Rio de Janeiro. Na mesma cidade, trabalha na revista Pif Paf. Passa a integrar, em 1969, a equipe do jornal O Pasquim, no qual também trabalham os desenhistas e humoristas Millôr Fernandes (1923-2012), Jaguar (1932), Ziraldo (1932) e Fortuna (1931-1994). Após ser preso pelo regime militar brasileiro,1 em 1971, exila-se em Genebra. Lá, tem contato com o educador Paulo Freire (1921-1997), com quem funda – juntamente com Rosiska Darcy de Oliveira, Miguel Darcy de Oliveira e Babette Harper – o Instituto de Ação Cultural (Idac), por meio do qual trabalha em projetos de alfabetização em países africanos de língua portuguesa até 1975. Ao voltar para o Brasil, em 1978, trabalha com alfabetização em bairros carentes de São Paulo, também pelo Idac, junto ao arcebispo dom Paulo Evaristo Arns (1921).

Quito: Congresso “Buenos Ciudadanos y Sistema Preventivo”

1 de novembro de 2016 Comentários desligados

ups-calimanA Universidade Politécnica Salesiana de Quito, Ecuador, tem quase trinta mil estudantes. Organizou na semana passada (26 a 28 de outubro) um Congresso intitulado “Buenos Ciudadanos y Sistema Preventivo”. Participaram do Congresso cerca de 300 pessoas, entre os dirigentes e estudantes da Universidade. No primeiro dia, quarta feira, proferiram conferencia os professores Geraldo Caliman, (Universidade Católica de Brasília), Amauris Laurencio (Universidade de Havana, Cuba), e Claudius Ceccon (Ex Cartunista do Pasquim – Brasil).  O Prof. Geraldo Caliman, representando a Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade da Universidade Católica de Brasília mencionou a construção de uma pedagogia social como pedagogia salesiana voltada à formação humana, onde existem outros espaços além dos escolares, como a família, a convivência humana, os movimentos sociais. “As metodologias da Pedagogia Social ressaltam prioritariamente as relações humanas, que incluem o afeto, a racionalidade, a tecnologia e a dimensão existencial que dão sentido à construção de um projeto de vida”, mencionou Caliman. Ressalta-se a participação da inteira gestão daquela Universidade no evento, entre Reitor, Pro-Reitores, alem dos estudantes muito motivados.  Mais noticias no site: http://www.ups.edu.ec/noticias?articleId=7878186&version= 

Pesquisadores de Cinco Universidades Salesianas reunidos em Quito

25 de outubro de 2016 Comentários desligados

ius-quitoSerá que as Faculdades e Universidades Salesianas conseguem fazer com que seus alunos se integrem na sociedade de hoje? Ou que eles participam mais como cidadãos? Como esses jovens se percebem pertencendo a uma Universidade com identidade “Salesiana”? São algumas das perguntas que as Instituições Universitárias Salesianas (IUS) se fazem. A investigação “CARACTERIZACIÓN DEL PROCESO INCLUSIÓN/EXCLUSIÓN EN JÓVENES UNIVERSITARIOS DE LA RED IUS” pretende sistematizar a percepção do fenômeno da exclusão/inclusão social por parte de estudantes universitários de ambos os sexos, entre 18 e 24 anos em 5 Universidades da rede IUS, mais especificamente: a Universidade Católica Silva Henriquez (Chile), a Universidad Politécnica Salesiana (Ecuador), a Universidade Católica de Brasília (UCB), a Universidad Salesiana de Bolívia (USB) e a Universidad Don Bosco de El Salvador (UDB).

Pesquisadores dessas universidades se reuniram na Universidade Politécnica Salesiana de Quito (UPS), Equador nos dias 24 e 25 de outubro, para discutir a metodologia dessa pesquisa, a ser aplicada a estudantes das cinco Instituições. O Prof. Geraldo Caliman participa da equipe pela Católica de Brasília. A UPS, que sedia o encontro, por sua vez, conta com 28 mil estudantes, a maioria das classes populares, e é a quarta maior universidade do país (Equador).

Seminário Internacional “Juventude Universitária e Direitos Humanos”

20 de outubro de 2016 Deixe um comentário

mesa3Dia 19 de Outubro, aconteceu o Seminário Internacional “Juventude Universitária e Direitos Humanos”.  Veja aqui a PROGRAMAÇÃO.  Estiveram presentes na mesa de abertura o Magnífico Reitor da UCB, Prof. Dr. Gilberto Garcia, tambem Presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE); os oficiais da UNESCO Sr. Fábio Eon e Sra. Mariana Braga; a Diretora da Escola de Educação, profa. Christine Maria Soares de Carvalho e o Coordenador da Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade. “Uma vez que as guerras se iniciam nas mentes humanas, é nas mentes humanas que devem ser construídas as defesas da paz” (UNESCO).  Por meio de percepções de jovens universitários, propusemo-nos a coletar evidências do legado transmitido a eles pelas gerações mais vividas, do momento presente e do que se pode esperar do futuro, relacionadas ao tema dos Direitos Humanos. Realizamos uma pesquisa sobre o tema junto a essa população acadêmica, cujos resultados e conclusões vêm se juntar, parcialmente, no livro Juventude Universitária: Percepções sobre Justiça e Direitos Humanos, às contribuições de sete pesquisadores de universidades internacionais (Itália, Espanha, Portugal e México) e de seis outros pesquisadores de universidades brasileiras. Sobre esta obra, assim se exprime José Machado Pais, expert internacional sobre Juventude, professor e coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. “O questionamento das percepções dos jovens universitários sobre justiça e direitos humanos é um convite para que reflitamos no futuro das nossas sociedades. E porque assim é, em mãos temos um livro que nos desafia a imaginar o futuro como reconstrução de um presente cujo teto cultural (de valores, direitos humanos, ética e justiça) se entrecruza com um solo vital (de desigualdades sociais e constrangimentos econômicos). Num estudo onde a esperança de um futuro melhor é debatida, não só no Brasil como noutras latitudes geográficas da América Latina e da Europa, o que descobrimos é que as percepções e aspirações juvenis se jogam num campo de tensões sociais entre discriminação e emancipação, individualismo e solidariedade, sobrevivência e direito a uma vida digna. Poderão estes dilemas ser pensados fora dos processos educacionais?”