Arquivo

Archive for the ‘Eventos & Congressos’ Category

ChildFund Brasil: Excelência em Governança Corporativa em prol das crianças mais necessitadas

11/06/2018 Comentários desligados

childO CoChildFundBrazil-Governançaordenador da Cátedra UNESCO-de Juventude, Educação e Sociedade é membro da Assembleia do ChildFund Brasil. Nos dias 9 e 10 a Assembleia se reuniu na sede da Fundação Dom Cabral em Belo Horizonte, para decidir os rumos da ONG e eleger nova Diretoria.  Desde 1966 no Brasil, o ChildFund Brasil é uma organização de desenvolvimento social que por meio de uma sólida experiência na elaboração e no monitoramento de programas e projetos sociais mobiliza pessoas para a transformação de vidas. Crianças, adolescentes, jovens, famílias e comunidades em situação de risco social são apoiadas para que possam exercer com plenitude o direito à cidadania. Sua missão é apoiar o desenvolvimento de crianças em situação de privação, exclusão e vulnerabilidade social, tornando-as capazes de realizar melhorias em suas vidas e dando a elas oportunidade de se tornarem jovens, adultos, pais e líderes que conferirão mudanças sustentáveis e positivas às comunidades.

Convenio prevê curso de pós-doutoramento na Universidade Portucalense

09/05/2018 Comentários desligados

POST1_Novo2[Noticia de 22/05/2018] – Convênio entre a Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade e a Universidade Portucalense prevê um curso de pós-doutoramento naquela universidade. Professor Geraldo Caliman convidado para a coordenação científica e docente de curso de pós-doutoramento na Universidade Portucalense. Ele fará parte da equipe de professores que dará aulas no Curso Internacional de Pós-Doutoramento em Educação e Sociedade. Trata-se de um Curso Internacional de Pós-Doutoramento em “Educação e Sociedade”, uma parceria da universidade portuguesa com a UCB e a Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade, que é coordenada pelo professor. Além de ministrar uma disciplina naquela Universidade, Geraldo também será um dos coordenadores científicos do curso. Para o professor Geraldo, a UCB ganha uma chance de se aprimorar. “Farão o pós-doc cerca de 11 professores brasileiros. A oportunidade de lecionar para esses pós-doutorandos coloca a Universidade Católica de Brasília em uma linha de internacionalização que, com certeza, trará bons frutos”, afirma. O docente ministrará aulas de metodologias pedagógicas voltadas para a inclusão social. Professor da UCB há 13 anos, Geraldo Caliman é doutor em Educação pela Università Pontificia Salesiana de Roma onde lecionou por dez anos. Com isso, é especialista nas áreas de Educação, Sociologia da Educação e Pedagogia Social, estudando a fundo temas como sociologia do desvio, exclusão social e delinquência juvenil. Além de docente da UCB, também atuou como pró-reitor de pós-graduação e pesquisa na Universidade, com sua experiência em gestão de instituições socioeducativas.

Prof. Caliman em reunião com a Reitoria por ocasião de visita oficial do Coordenador das IUS

08/04/2018 Comentários desligados

ucb-ius

WhatsApp Image 2018-04-06 at 11.09.55WhatsApp Image 2018-04-06 at 11.09.46

Por ocasião da visita do P. Marcelo Farfan, Coordenador Internacional da rede IUS (Instituições Universitárias Salesianas) a Reitoria da UCB promoveu uma reunião com todas as principais autoridades acadêmicas. Na ocasião foi apresentado o plano de desenvolvimento dos diversos âmbitos das Instituições Universitárias Salesianas (IUS). A UCB participa dos Encontros Latino-Americanos das IUS e desenvolve projetos ligados à Formação dos Professores e Colaboradores (Âmbito 1), à Pastoralidade (Âmbito 2) e à Pesquisa em Juventude (Âmbito 4).

A presença no âmbito da Educação Superior faz parte da missão das Associadas da UBEC: Salesianos, Salesianas, Maristas, Lassalistas, Estigmatinos. Todas estas Congregações foram fundadas no século 18 e 19 e difundiram um humanismo pedagógico que predominou até o presente através de suas ações pastorais e acadêmicas. Mais precisamente no Ensino Superior, tais Congregações promovem o desenvolvimento integral do jovem mediante a assimilação e reprocessamento critico da cultura e através da educação na fé, tendo em vista a transformação cristã da sociedade.

As Instituições Universitárias das Associadas se organizaram em Redes voltadas ao desenvolvimento da base organizacional de suas ações acadêmicas, pastorais e culturais. Mais precisamente as Instituições Universitárias Salesianas (IUS) têm desenvolvido já desde os inícios do milênio, um serviço de animação, acompanhamento e desenvolvimento de seu humanismo pedagógico no âmbito da Educação Superior.

Âmbito 1 – O projeto do primeiro âmbito focaliza a “Formação de Pessoal”. Nele são explicitadas as ações desenvolvidas para a formação de pessoal (docente, administrativo, de apoio) através de cursos de preparação e aperfeiçoamento das competências voltadas ao ensino em tempos de emergência das novas tecnologias, visando uma educação profissional de qualidade associada a uma educação humana e cristã dos jovens que nos são confiados.

Âmbito 2 – O segundo âmbito a ser focalizado no programa das IUS concentra-se nas atividades de Pastoral Universitária, de modo particular em apoio ao desenvolvimento da dimensão da “pastoralidade” na UCB, seguindo as diretrizes da UBEC, cujas características são auferidas do humanismo pedagógico inspirado a partir dos santos fundadores, privilegiando de modo particular as relações humanas, as identidades e o espirito de acolhida e de família.

Um terceiro âmbito, que no Programa  comum das IUS é identificado como Âmbito 4, orienta-se à Pesquisa em Juventude. A dimensão da pesquisa em Juventude encontra-se voltada sobretudo ao desenvolvimento de uma pesquisa intitulada “Caracterização do Processo de Inclusão/Exclusão de Jovens Universitários da Rede IUS”, replicada em Universidades Salesianas de cinco países inclusive na UCB. Tal pesquisa tem como objetivo identificar como se sente os estudantes de nossas universidades em termos de acolhida, de aceitação de suas diferenças, de participação social, participação política e cultural. Encontra-se já em desenvolvimento, foi declarada pela Reitoria de interesse institucional, e está registrada devidamente no Sistema de Pesquisas da UCB (PAGE). Em consonância com a pesquisa implantou-se, a partir do primeiro semestre de 2018 um “Doctorado em Ciencias Sociales – Mención em Estudios de Juventud”, a ser operacionalizado pela Universidad Catolica Silva Henriquez (Chile). Ambos os projetos, de Pesquisa e de Doutorado estão, enquanto Pesquisa local, sob a responsabilidade local da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade; enquanto doutorado terá a participação do Prof. Dr. Geraldo Caliman como docente no seu quadro de professores e orientadores.

O projeto finaliza com o agendamento, durante o percurso do ano acadêmico de 2018, de atividades a serem desenvolvidas nos três âmbitos acima mencionados: Formação de Pessoal, Pastoralidade e Pesquisa em Juventude.

Coordenador da Cátedra fala sobre “Prevenção da Violência” em Natal RN

12/03/2018 Comentários desligados

A violência está impregnada na cultura, dentro do nosso modo de pensar e nos (des)valores nos quais acreditamos. No Rio Grande do Norte, Natal, dia 9 de março: Conferencia sobre “Prevenção da Violência” na condição de Coordenador e Titular da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade da Universidade Católica de Brasília. Também Natal é uma cidade com sérios problemas no âmbito da violência, a segunda em homicídios de jovens no Brasil, e a quarta cidade no ranking mundial com maiores índices de violência. Foram duas horas de exposição e diálogo com pessoas interessadas no assunto, desde os participantes das pastorais de juventude, carcerária, como também professores da rede publica daquela cidade e do Estado. Presentes professores e agentes de ONGs e de Pastorais de Juventude da região. A conferência faz parte de um projeto chamado Rota da Vida, em parceria com a CNBB e Secretarias de Educação dos respectivos Estados ou da cidade que oferece o Seminário. Estão em perspectiva a realização de outros Seminários em Fortaleza (16 de maio) e outras cidades.

Maceió: Conferência de abertura em seminário sobre prevenção da violência

26/02/2018 Comentários desligados

O tema da segurança e também o tema da prevenção da criminalidade e da violência mostram-se sempre mais sensíveis na sociedade brasileira de hoje. Maceió-AL é a cidade do Brasil onde mais adolescentes e jovens são vitimas de assassinato. A Arquidiocese de Maceió, juntamente com a Secretaria de Educação da cidade organizaram um seminário sobre prevenção da violência. O destinatário foi na maioria os professores da rede pública da cidade e os agentes de pastoral. Estiveram presentes, além personalidades de governo, representantes da segurança pública e das polícias.
O Prof. Geraldo Caliman foi convidado a fazer a conferência de abertura, na qualidade de coordenador da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade. Focalizou como, sob o ponto de vista histórico, as diversas correntes sociológicas concebiam a prevenção, entre tendências repressivas e preventivas. São analisadas uma dezena de escolas sociológicas que ajudam a abrir o leque de possibilidades de estratégias de prevenção seja no campo social, educativo e das políticas públicas. Participaram cerca de mil pessoas.

Tese sobre Adolescentes sob medidas de Internação

21/12/2017 Comentários desligados

A pesquisa de Doutorado, orientada pelo Prof. Dr. Geraldo Caliman,  “Adolescentes em conflito com a lei e Direitos Humanos: relações entre medidas socioeducativas e reintegração social” teve como objetivo geral analisar as relações entre medidas socioeducativas de internação e a fase inicial de reintegração social não escolar de adolescentes em conflito com a lei aplicadas em uma unidade de internação socioeducativa, denominada CENTRO, para fins desta investigação. Quanto à metodologia, elegeu-se a abordagem qualitativa de caráter exploratório e utilizou-se o estudo de casos múltiplos holístico, aplicando as seguintes técnicas de geração de dados: observação, análise documental e entrevista semiestruturada e, para tratamento e análise dos dados, a análise de conteúdo nos moldes de Bardin (2011). Partiu-se do entendimento de que a efetividade do processo de reintegração do adolescente em conflito com a lei exige um trabalho colaborativo e participativo entre o Estado e a sociedade civil, criando uma rede de proteção juvenil. Dentre os resultados alcançados, destacam-se: a) a convivência entre internos, equipe multiprofissional, familiares e sociedade fica fragilizada pela força negativa do ato infracional; b) a rotina interna é baseada no disciplinamento, tendo uma lógica que se assemelha ao dos presídios; c) as práticas de educação não escolar não acontecem como um processo de produção de sujeitos autônomos e emancipados, visando à formação cidadã para uma reintegração social; d) as expectativas dos adolescentes internos caracterizam-se pela crença de que “querer é poder”, para o enfrentamento de dificuldades postas pela realidade fora da instituição, e e) a fragilidade das medidas socioeducativas não escolares na unidade pesquisada é devido, possivelmente, a ausência de políticas públicas, tornando ineficaz a reintegração social. Por fim, existem três aspectos a serem superados, sugeridos pela investigação: 1) implementação de processos educativos não escolares, incluindo a preparação para o trabalho com base na realidade do mercado atual; 2) equilíbrio entre o tratamento socioeducativo oferecido no CENTRO e os dispositivos legais (CF/88 e ECA, 1990) e 3) desenvolvimento de políticas públicas e sociais de apoio às famílias dos adolescentes para reconstruírem vínculos familiares.

 

Administrar os riscos

26/11/2017 Comentários desligados

devianzaCom seu método de alfabetização Paulo Freire não ensinava tanto a distribuir letras de modo a formar palavras. Ele ajudava as pessoas a lerem a realidade. Podemos chamar isso de tomada de consciência dos próprios riscos. Paulo Freire, embora não tenha se referido ou teorizado a respeito da pedagogia social, oferece a inspiração para muitas de suas metodologias. Uma delas refere-se à potencialidade da administração dos riscos por parte da comunidade educativa, voltada a promover a capacidade nas pessoas de administrar seus riscos e conseqüentemente reforçar sua resistência aos fatores de risco através de ações positivas (cidadania, voluntariado, educação…). Uma releitura de Paulo Freire a partir da Pedagogia Social nos permite perceber, por exemplo a riqueza de seu método de alfabetização e o quanto ele foi inspirador para nossas metodologias: quando Paulo Freire promovia a alfabetização certamente que seus objetivos não eram simplesmente fazer com que as pessoas conseguissem juntar letras e palavras, e pronuncia-las. Não era tanto uma questão de leitura de textos, mas de leitura do mundo e da realidade, provocada pela conscientização. E o objetivo era a transformação desse mesmo mundo considerado opressor e reprodutor das desigualdades e das dependências.