Arquivo mensal: fevereiro 2012

Prof Caliman em Missão de Trabalho na Universidade de Siegen (Alemanha)


A Universidade Católica de Brasília, através do seu Programa de Mestrado e Doutorado em Educação desenvolve um projeto de internacionalização cujos parceiros são a Universidade de Alberta (Canada), a Universidade de Cambridge (Inglaterra) e a Universidade de Siegen (Alemanha). O Convênio com a Universidade de Siegen foi articulado dentro da linha de pesquisa “Educação Juventude e Sociedade”, sob a articulação do prof. Geraldo Caliman. A linha e o Convênio com Siegen estão também alinhados com os objetivos da Cátedra UNESCO de Juventude Educação e Sociedade da qual prof. Caliman é Coordenador. Isso comporta a execução de projetos de pesquisa entre Brasília e Siegen, e que orientandos de Doutorado filiados à linha de pesquisa Educação e Sociedade possam também frequentar um doutorado “sanduiche” naquela Universidade. Comporta também troca de experiências na área da Pedagogia e da Educação Social. Foi dentro deste projeto que, em julho de 2011, Prof Caliman participou, na Universidade de Siegen, de um Simpósio Binacional; e que em setembro um professor de lá (Bernd Fichtner) viesse à Católica de Brasília e ministrasse um mês de aulas intensivas para mestrandos e doutorandos sobre Pedagogia Social. Da mesma maneira, é também dentro desse intercambio que toca ao Prof. Caliman participar de uma, assim denominada, “Missão de Trabalho” de duas semanas a convite da Universidade de Siegen. A missão se desenvolve nessa segunda quinzena de fevereiro para estudos, pesquisa, participação em seminários e conhecimento de experiências em Educação Social voltada a jovens marginalizados na Alemanha.

IV Congresso Internacional de Pedagogia Social


IV Congresso Internacional de Pedagogia Social (Campinas 25 a 27 de julho de 2012). A Cátedra UNESCO de Juventude Educação e Sociedade participa no evento através do Prof. G. Caliman que pertence ao Comitê Cientifico, à Comissão Organizadora e preside uma Mesa Redonda. O Prof. Cândido Gomes por sua vez participa de uma Mesa Redonda sobre Juventude e Educação Social no Brasil. Link para apresentação de trabalhos em: http://www.fe.unicamp.br/cips4/inicio.html
O Congresso Internacional de Pedagogia Social, em sua quarta edição, é um evento dedicado a discutir de maneira ampla teoria, prática e profissionalização da Pedagogia Social, entendida como Teoria Geral da Educação Social. A quarta versão tem como tema ” a hora e a vez da Educação Social”. A escolha do tema foi impulsionada pela aprovação pelo Congresso Nacional Brasileiro de projeto de lei (5346/2009) que torna a Educação Social uma profissão, regulamentando-a. Cabe destacar que este fato é um marco em nosso país, pois demandará, tanto no âmbito das políticas públicas de formação de trabalhadores sociais quanto no âmbito da formação acadêmica, profissional e técnica e ainda no âmbito das iniciativas de requalificação, aperfeiçoamento e especialização profissional, uma alocação de recursos humanos e materiais e uma logística consideráveis. Este novo quadro será reforçado institucionalmente no evento por meio da Assembléia Geral da ABRAPSOCIAL- Associação Brasileira de Pedagogia Social mostrando a importância, portanto, do fortalecimento no âmbito acadêmico, político e institucional da Pedagogia Social e da Educação Social. A sua realização é também um esforço conjunto de várias universidades em reunir pesquisadores e professores do Brasil e do exterior num evento que poderá trazer um importante retorno social para a educação brasileira
O IV CIPS ocorrerá em duas universidades de Campinas (UNICAMP e UNISAL) e em São Paulo (PUC/USP/MACKENZIE). Nas universidades situadas na cidade de São Paulo estão programadas 03 mesas temáticas e 36 apresentações orais nos simpósios de pesquisa e pós-graduação. Em Campinas, estão programadas 03 conferências, 14 mesas temáticas, 08 oficinas (técnicas/profissionais) e artísticas, 03 ou 04 mini-cursos e duas sessões de vídeo-posteres, além de um encerramento com atividades culturais. Trata-se de evento com estimativa de 700 a 1000 inscritos, com convidados da América Latina, Ásia, África, América do Norte e Europa, que se propõe a aprofundar a reflexão teórica, a investigação das praticas no campo das profissões sociais, bem como contribuir para o aumento da produção de conhecimento na área.
Como uma teoria das práticas institucionais e como disciplina científica ao mesmo tempo, a Pedagogia Social conta com tradições próprias de pensamento na Europa e em certa medida na América Latina. Ainda assim, o que no Brasil entendemos como Teoria Geral da Educação Social será problematizada enquanto teoria dos conflitos sociais, os quais marcam as instituições e os sujeitos, notadamente em espaços não escolares. Decorre daí a nosso ver, a importância de um congresso internacional, que com um amplo leque de atividades, ajude a fortalecer o debate teórico, as práticas humanas e a profissionalização na área.