Arquivo

Archive for agosto \27\UTC 2015

G. Caliman faz Conferência de Abertura do V Congresso Internacional de Pedagogia Social

27/08/2015 Comentários desligados

grafico2 [567077]

Programa do V Congresso Internacional de Pedagogia Social

Programação V Congresso Internacional de Pedagogia Social

De 1 a 3 de setembro se desenvolve na Universidade Federal do Espirito Santo (UFES)  e Instituto Federal do ES (IFES) o V Congresso Internacional de Pedagogia Social onde proferi a Conferência de Abertura. Estão sendo apresentados 130 trabalhos de pesquisa de mestrandos e doutorandos de inúmeras universidades brasileiras. Segue em anexo informações sobre a programação como também algum release. O Congresso Internacional de Pedagogia Social & Simpósio de Pós-Graduação, em sua quinta edição, é um evento dedicado a discutir de maneira ampla a regulamentação da Educação Social como profissão no Brasil, a formação deste profissional e as áreas de atuação que entendem a Pedagogia Social como a Teoria Geral da Educação Social. Em face da opção política do atual governo de fazer do “Brasil, pátria educadora”, o V CIPS tem como lema questionar o lugar que deve ocupar “A Educação Popular, Social e Comunitária nas Políticas Públicas no Brasil” em um momento em que se discute o Sistema Nacional de Educação, o Plano Nacional de Educação, a Reforma do Ensino Médio, a destinação dos recursos do Pré-Sal à Educação, a redução da maioridade penal da adolescência e a violência contra a juventude pobre e negra das periferias, dentre tantos outros temas. No Simpósio de Pós-Graduação serão apresentadas pesquisas de mestrado, doutorado e pós-doutorado que investigam as demandas da sociedade relacionadas à cultura, ao lazer, ao suprimento de necessidades básicas, ao atendimento a populações em situação de vulnerabilidade e risco, ao trabalho, à formação continuada, à sustentabilidade, aos direitos humanos, dentre tantas outras. A partir das relações entre as experiências internacionais e as práticas educativas populares, sociais e comunitárias realizadas no Brasil. Espera-se que a realização desse congresso possa trazer uma importante contribuição para a educação brasileira, em suas dimensões econômicas, políticas, sociais e culturais que se efetivam em espaços sociais diversificados, para além da escola e da sala de aula. Como um corpo de conhecimentos que serve como teoria geral para as práticas de Educação social, popular e comunitária no Brasil e como disciplina científica ao mesmo tempo, a Pedagogia Social conta com tradições próprias de pensamento na Europa e em certa medida na América Latina. Ainda assim, o que no Brasil entendemos como Teoria Geral da Educação Social será problematizada enquanto teoria dos conflitos sociais, os quais marcam as instituições e os sujeitos, notadamente em espaços não escolares. Decorre daí a nosso ver, a importância de um congresso internacional, que com um amplo leque de atividades, ajude a fortalecer o debate teórico, as práticas humanas e a profissionalização na área.

Novo livro da Coleção da Cátedra UNESCO/UCB A Formação Psicossocial do Professor

17/08/2015 Comentários desligados

Professor

A formação psicossocial do professor

Uma nova publicação da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade, o livro “A Formação Psicossocial do Professor: As Representações Sociais no Contexto Educacional”, organizado por Afonso Galvão e Luiz Síveres, que reuniram nada menos que 25 autores em torno de um tema. A forma descontextualizada de analisar o desempenho docente, alem de fornecer uma avaliação parcial do campo educacional, cria altas expectativas da ação do professor e a sua consequente responsabilização e frustração, tornando-se um obstáculo ao compromisso com a docência responsável. As possibilidades de compreender a boa atuação do professor exige rejeitar uma visão estática que separa o sujeito de sua prática e o concebe isolado de seu contexto. Demanda um esforço maior de compreendê-lo e supõe procurar descrever o desempenho docente na interseção de noções de origem socioantropológicas, históricas e psicológicas. Este livro apresenta parte dos resultados de uma investigação ampla sobre a formação psicossocial do professor. Lançando mão de marcos teóricos diversos, mas integrados em uma abordagem psicossocial, objetiva contribuir para avançar o nosso conhecimento sobre os processos que concorrem para a formação da docência na educação básica. Assim, exploram-se questões relacionadas à identidade docente, aos saberes envolvidos nessa profissão, às expectativas em relação ao futuro profissional do estudante universitário e à intersecção com as próprias representações dos professores desses estudantes acerca do tipo de formação que lhes é proposto e o que é veiculado pelo currículo. Analisa-se ainda como o desempenho dos alunos no curso se relaciona com aspectos psicossociais.