Início > Eventos & Congressos > Seminário: O Papel do Estado e da Sociedade Civil na Política Nacional sobre Drogas

Seminário: O Papel do Estado e da Sociedade Civil na Política Nacional sobre Drogas

4 de abril de 2012

O evento acontecerá no Campus I da Universidade Católica de Brasília, organizado sob a organização da Cátedra UNESCO de Juventude Educação e Sociedade coordenada pelo prof. Dr. Geraldo Caliman. Ocorrerá nos dias 10 e 11 de abril, tem por objetivo proporcionar à comunidade acadêmica, e em geral, uma aproximação da temática e do debate acerca das políticas públicas de prevenção das dependências de drogas, que atingem sobretudo os jovens, e que estão sendo elaboradas e implementadas pelo governo brasileiro. A programação reúne o total de quatro mesas redondas a ser realizadas nos períodos da manhã e noite dos dias 10 e 11/04. Estão disponíveis 194 vagas e as inscrições são gratuitas e poderá ser feita no período de 20/03 a 07/04/2012. Haverá certificado de participação. O certificado será calculado de acordo com a participação em cada uma das atividades, sendo 04 horas cada. A carga horária total do evento é de 16h. Local da Atividade: Auditório do Bloco M (manhã e noite), campus I da Universidade Católica de Brasília (Taguatinga). O evento será fechado com o lançamento do livro JUVENTUDES: POSSIBILIDADES E LIMITES, organizado pelo Prof. Dr. Candido Alberto da Costa Gomes, Catedrático adjunto. Este, organizado em 2011, trata das políticas públicas de/para a juventude. Participe! Para fazer a sua inscrição, envie seu nome completo, matrícula ( caso seja aluno da UCB), RG e CPF para eventocatedraucb@hotmail.com

1º dia  – Terça-feira – 10/04

Matutino
– Credenciamento: 09h00
Solenidade de abertura – 9h40
Mesa redonda – 10h40 – 12h
Tema – Estado e Sociedade Civil na Política Nacional sobre Drogas
 
 Noturno
Mesa redonda  (Interdisciplinar)-  19h20 – 22h
Tema: Juventude e Direitos Humanos na Política Nacional sobre Drogas
 
 2º dia  – Quarta-feira – 11/04
Matutino
Mesa redonda – 08h00 às 11h00
Tema: Drogas: proibição ou discriminalização? Perspectivas e possibiliades
 
%d blogueiros gostam disto: