Início > Eventos & Congressos > Em perspectiva criação de Doutorado em Estudos da Juventude no Chile

Em perspectiva criação de Doutorado em Estudos da Juventude no Chile

3 de abril de 2016

O MEC

Da esquerda: Hector Cavieres (UCSH – Chile), Daniel Llanos (UPS-Ecuador), Giuliano Vettorato (UPS-Italia); Geraldo Caliman (UCB-Brasilia); Mario Sandoval (UCSH-Chile); Victor Muñoz (UCSH-Chile)

O Coordenador da Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade assessorou, no Chile a elaboração de projeto de Doutorado em Estudos da Juventude. Entre os dias 21 e 25 de março de 2016 uma equipe de professores de quatro universidades (Universidade Católica de Brasília; Universidad Catolica Silva Henriquez do Chile; Universidad Politécnica Salesiana do Ecuador; Pontificia Università Salesiana de Roma) estiveram reunidos em Santiago do Chile. O objetivo dos trabalhos foi de, com a expertise e colaboração da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade, construir um projeto de Doutorado em Estudos de Juventude. A certificação estaria por encargo da Silva Henriquez (Chile) e da Pontificia Salesiana de Roma. A Cátedra Unesco da UCB já tem parceria com a Universidade Silva Henriquez, mais especificamente, com o Centro de Estudos da Juventude (CEJU) daquela Universidade, responsável pela implantação do Doutorado. Alem de prestar assessoria prospecta-se para a Cátedra a participação em pesquisas conjuntas, já em andamento; a possibilidade de colaboração de professores leitores da Cátedra como Professores Visitantes e eventualmente na participação como examinadores externos das teses. A Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade, coordenada pelo Prof. Dr. Geraldo Caliman, tem como objetivo desenvolver uma rede internacional de cooperação científica para gerar conhecimentos sobre juventude, em uma perspectiva transdisciplinar, em sintonia e colaboração com a Unesco. Sua função também inclui o intercâmbio, a nível nacional e internacional, voltado à investigação a divulgação de conhecimentos auferidos por seus pesquisadores, docentes visitantes, em Congressos, Seminários e publicações próprias e externas.  São privilegiados alguns temas específicos como o da violência escolar, os direitos humanos, as experiências de êxito no enfrentamento de situações de marginalidade, risco, violência; assim como a pesquisa e difusão de boas práticas pedagógicas voltadas ao enfrentamento desses problemas, tendo em vista, sobretudo, o aperfeiçoamento de políticas públicas. 

%d blogueiros gostam disto: