Catedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade

Clique na Figura acima para visitar a Cátedra UNESCO-UCB

 
Coordinator
Prof. Geraldo Caliman Ph.D.
 
Readers
Prof. Afonso Celso Tanus Galvão Ph.D. – UCB
Prof. Alejandro Castro Santander Ph.D. – UCA – Argentina
Prof. Ana Maria Eyng Ph.D. – PUCPR – Paraná
Prof. Arinda Fernandes Ph.D. – UCB
Prof. Azucena Ochoa Cervantes Ph.D. – Universidad Autónoma de Querétaro (México)
Prof. Candido Alberto Gomes Ph.D.- UCB
Prof. Carlos Ângelo de Menenes Sousa Ph.D. – UCB

Prof. Prof. Carlos Estêvão Ph.D.- Universidade do Minho – Portugal
Prof. Celio da Cunha Ph.D. – UCB

Prof. Evelyn Diez Martinez Ph.D. – Universidad Autónoma de Querétaro (México)
Prof. João Casqueira Cardoso Ph.D. – UFP – Portugal

Prof. José Claudio Carrillo Navarro Ph.D. – CUNORTE – Guadalajara

Prof. Kátia Cristina Tarouquella Rodrigues Brasil – UCB

Prof. Leila Maria Da Juda Bijos Ph.D. – UCB

Prof. Levy Aniceto Santana M.Sc. – UCB

Prof. Maria Teresa Prieto Quezada Ph.D.- CUNORTE – Guadalajara
 – Mexico
Prof. Sônia Maria Ferreira Koehler Ph.D. – UNISAL – Lorena – Brasil

Prof. Sandra Francesca Conte de Almeida Ph.D. – UCB

Prof. Vicente de Paula Faleiros Ph.D. – UCB
 
Administrative Team
Prof. Adriana Lira M.Sc. – Executive Secretary
Geuania Miranda de Lima – Assistant
 
 
Clique aqui para visitar o site da Cátedra

Annual Activities Report 2012

Relatorio-portugues-1 2012

Cátedra UNESCO Juventude Educação e Sociedade 2011

1. Introdução
A Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade, criada em 2007 pela Universidade Católica de Brasília e aprovada pela UNESCO em 2008, foi inaugurada em 14 de Agosto de 2008 e constitui o nó central da rede de Observatórios de Violências nas Escolas, uma rede internacional de pesquisa, ensino e extensão a respeito de um tema chave das sociedades no mundo: a juventude (ou juventudes, variando conforme sua classe e circunstâncias sociais). Espera-se grande repercussão social do trabalho de investigação, catalisando as possibilidades acadêmicas dos pesquisadores envolvidos, na relação com a força propositora da UNESCO quanto às políticas públicas e ao debate na sociedade. Os estudos, as políticas públicas e a bibliografia na área são ainda incipientes. Trata-se de grupo vulnerável, em tempo de espera, caracterizado em especial no Brasil pelo alto desemprego e pela autoria e vitimização da/pela violência. Sua importância estratégica se expressa no protagonismo que a levará a assumir a escrita da História das suas sociedades.

2. Linha de Pesquisa: Juventude Educação e Sociedade
A linha de pesquisa que inspira as atividades acadêmicas da Cátedra estão focalizadas em três âmbitos distintos, inter-relacionados e complementares: Juventude, educação e sociedade.
a. A sociedade é o conceito que indica o cenário onde se encontra o campo de pesquisa, onde intercorrem e se manifestam as relações sociais. Encontramos dentro da sociedade uma racionalidade interna capaz de gerar e inspirar normas e tendências pertinentes a estratos, grupos e atores que a compõem, inclusive dos membros que formam a juventude;
b. A juventude, então, passa a ser o fenômeno a ser observado de modo particular dentro da sociedade à qual pertencem e participam. É a dimensão da realidade a ser estudada, com todos os seus problemas e recursos. Considerando aqui o conceito amplo de “juventude”, que abrange os grupos etários que se encontram no itinerário formativo, no período de socialização e de integração à sociedade como a infância e adolescência;
c. Educação é o terceiro conceito integrado à linha de pesquisa. Ele é o eixo central no momento em que é dentro da área educativa e formativa que ocorrem os objetivos centrais das pesquisas da Cátedra: a investigação da condição juvenil dentro da sociedade com o objetivo de auxiliar, clarear, orientar, e sugerir práticas e metodologias educativas e socioeducativas capazes de preparar os jovens a uma convivência social de qualidade.
A trilogia de conceitos acima descrita nos orienta a fazermos determinadas escolhas de investigação da realidade juvenil, uma vez que esta se manifesta complexa e ampla demais para ser assumida em seu todo. A Cátedra UNESCO nasceu a partir do observatório de Violência nas Escolas. Neste sentido ela já traz nas suas origens a indicação de seu desenvolvimento, ou seja, investigar os fenômenos juvenis relacionados à violência. Mas a violências que ocorrem particularmente em ambientes de educação e formação, a Escola e as Instituições socioeducativas, locus onde se deparam seja os sujeitos da educação como também os desafios e recursos a que estão sujeitos.

Fig. 1 – Áreas de Investigação – Cátedra UNESCO Juventude Educação e Sociedade

3. Objetos privilegiados de investigação
Neste sentido a Cátedra UNESCO Juventude Educação e Sociedade se orienta para a investigação em determinados objetos de pesquisa tais como:

1. A violência escolar, que se manifesta nos vários sujeitos, sociais e institucionais: nas relações quotidianas dentro da escola; no entorno escolar; e em suas versões mais recentes como a violência manifesta em ambientes virtuais e comunidades virtuais ou viabilizada através de meios eletrônicos.

2. Experiências de sucesso no enfrentamento de situações de marginalização, risco e violência. São experiências que inspiram a investigação de boas práticas educativas e, em certos casos, de metodologias socioeducativas que emergem dos mais variados projetos e programas socioeducativos desenvolvidos para responder aos desafios da marginalização e de risco em suas várias manifestações, inclusive aquelas geradoras de violência.
Os objetos de pesquisa acima descritos têm como lugar privilegiado de investigação: (a) o ambiente a instituição escolar; (b) o ambiente e a instituição socioeducativa; (c) os sujeitos que atuam e os meios que viabilizam as redes sociais em ambientes virtuais.

4. Grupo de Pesquisa
Para a organização de suas pesquisas, além de sua estrutura, a Cátedra conta com um grupo de pesquisa cujo objetivo é o de elaboração e execução de projetos de pesquisa relevantes à área das Juventudes, na interface com a Educação e a Sociedade, a analise das necessidades da Juventude, a intervenção através da Educação Escolar e/ou Social. O grupo de pesquisa, registrado na CAPES e certificado pela UCB (http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhepesq.jsp?pesq=0986657832961163) busca disseminar os resultados das pesquisas participando de eventos e da sua organização, quando for o caso, em instituições relevantes, sobretudo as integrantes da rede e organizar um banco de dados sobre o tema, visando a contribuir para a implantação de políticas públicas.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: