Arquivo mensal: junho 2022

Conferência sobre a Formação do Educador Social (IESF-Portugal)


Na segunda feira do dia 20 de junho, o Titular da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade proferiu conferência sobre o Educador Social: entre formação e reconhecimento profissional. O evento, denominado Encontros de Educação Social ocorreu no Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESF), no Norte de Portugal, para os alunos de Graduação do Curso de Educação Social.

A Cátedra UNESCO/UCB mantem uma parceria em rede há mais de cinco anos com o IESF. A configuração em rede permite que ambos os parceiros projetem, a partir dos objetivos da UNESCO e da Cátedra UNESCO, atividades acadêmicas voltadas ao desenvolvimento de pesquisas.

A licenciatura em Educação Social promove um novo paradigma de educação e intervenção social junto dos cidadãos. Os educadores sociais atuam em contextos sociais com funções educativas. O educador social reconhece as capacidades dos sujeitos, fortalece-as e estimula a participação destes nos seus projetos de vida. São profissionais formados a partir de uma multiplicidade de experiências e de referenciais científicos e pedagógicos, desde a Pedagogia Social, Gerontologia, Psicologia e Sociologia.

PARCERIA EM REDE ENTRE A CESPU E A CÁTEDRA UNESCO/UCB


O Reitor da CESPU Dr. José Alberto Duarte, Profa. Cristina Costa-Lobo, Prof. Bruno e Geraldo Caliman

No dia 17 de junho, a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) e a Cátedra UNESCO/UCB iniciaram procedimentos para a celebração de uma parceria em rede visando amparar eventuais atividades de cooperação científica sobretudo no campo da pesquisa em educação e no campo social. Em perspectiva está uma cooperação cientifica da Cátedra em um Pós-doutoramento em Ciências Sociais a ser oferecida pela CESPU.
Na ocasião o Prof. Geraldo Caliman, Titular da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade proferiu, na sede da Universidade, uma conferência sobre “Educação Social no Brasil: Emergências, Evolução e Perspectivas Futuras”.
A CESPU situa-se no norte de Portugal, em região próxima à cidade do Porto. É uma Instituição privada, sem fins lucrativos, que tutela administrativamente três estabelecimentos de ensino superior particular e cooperativo. Foi constituída em 1982, tendo como objetivos a criação de estabelecimentos de ensino superior, universitário e politécnico, e a promoção da pesquisa científica e sua extensão universitária.
A Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) tem como missão criar e difundir conhecimento na área das ciências da saúde. É a entidade instituidora do Instituto Politécnico de Saúde Norte e do Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS). O IUCS tem como missão criar, transmitir e difundir a cultura, do saber e da ciência e tecnologia, através da articulação do estudo, do ensino, da investigação e do desenvolvimento experimental, no âmbito dos cursos ministrados e das atividades de extensão universitária. O Departamento de Ciências Sociais e do Comportamento do IUCS assume-se como um vetor fundamental na prossecução dos objetivos institucionais, projetando o contributo das ciências sociais e do comportamento em diversos domínios da investigação/avaliação/intervenção, não apenas para os domínios da saúde, mas também para sectores cada vez mais amplos da atividade humana, sendo assim um promotor da multidisciplinariedade e integrado na matriz institucional.

Cátedra UNESCO/UCB em parceria com a Escola da Ponte



No dia 15 de junho, o Prof. Geraldo Caliman, Coordenador da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade visitou a conhecida Escola da Ponte. A escola situa-se no Conselho de Santo Tirso (Município de Santo Tirso), na Região de Porto, Portugal. Foi dado inicio à assinatura de uma parceria formal com a Escola, através de sua mantenedora, a Câmara Municipal local. A intenção é de que Cátedra e Escola se integrem em rede atuando em comum alguns objetivos inspirados nas orientações da UNESCO e nos objetivos da Cátedra, particularmente no campo da pesquisa em educação.

A Escola da Ponte caracteriza-se por um Projeto Pedagógico característico e diferenciado. É uma instituição pública de ensino, localizada em Vila das Aves e São Tomé de Negrelos, em Santo Tirso, no Distrito do Porto, em Portugal, que proporciona aprendizagens a alunos do 1.º e 2.º Ciclo, dos 5 aos 14 anos, entre o 1.º e o 9.º ano, cujo método de ensino se baseia nas chamadas Escolas democráticas e numa educação inclusiva. Assim como será igualmente a primeira escola, no contexto histórico mundial, a exercer a chamada educação integral. É a instituição de ensino que Rubem Alves se refere, em 2001, descrevendo-a no seu livro “A Escola com que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir”.

Faz parte integrante do chamado Movimento da Escola Moderna (MEM) alicerçado nas ideias pedagógicas do francês Célestin Freinet, e em 2002 era considerado, pelo presidente do referido movimento em Portugal, o único exemplo acabado dos seus princípios que são “uma escola democrática, para todos, em que se dá protagonismo ao aluno”. Assim como segue igualmente muito do pensamento apresentado pelo brasileiro Paulo Freire.

Cidade do Porto: Assinatura de Parcerias Institucionais


Assinatura de convênio, na cidade do Porto, dia 13, segunda feira, com o Centro de Educação Profissional Santa Clara/ Academia Beatriz Ribeiro a qual passa a fazer parte da Rede de parceiros da Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade e se alinha com os princípios e os objetivos da mesma. Esta instituição tem uma forte função social de inclusão no atendimento de pessoas que vagam pelas ruas da cidade ou atingidas por diversos tipos de problemas. Sua concepção pedagógica se baseia na transdisciplinaridade, visando contribuir para a formação de cidadãos com uma sólida componente pessoal, social, científica e tecnológica e que desenvolvam as competências necessárias para um bom desempenho profissional e cívica, com autonomia e espírito crítico, com vista à integração na sociedade global em constante mudança. O Externato Santa Clara/Academia Beatriz Ribeiro aposta numa escola inclusiva tem em vista que todos e cada um dos alunos, independentemente da sua situação pessoal e social, encontrem respostas que lhes possibilitem a aquisição de um nível de educação e formação facilitadores da sua plena inclusão social, assinatura de parceria com o Centro de Educação Profissional Santa Clara/ Academia Beatriz Ribeiro.